O street artist luxemburguês ALAIN WELTER convidado em Cabo Verde pelo Festival Sete Sóis Sete Luas

News

No contexto do intercâmbio entre as cidades parceiras do Festival Sete Sóis Sete Luas, o street artist Alain Welter irá a Cabo Verde representar o Luxemburgo e a cidade luxemburguesa Esch, eleita Capital Europeia da Cultura do ano 2022. Entre 22 de maio e 4 de junho de 2021, o artista vai realizar uma residência artística nas ilhas Brava, do Fogo e do Maio, com o apoio da Embaixada do Luxemburgo em Cabo Verde.

O artista, conhecido por ter, nomeadamente, pintado as cinco torres colossais da antiga siderurgia luxemburguesa Arcelor-Mittal, vai criar 3 pinturas murais no âmbito da programação do Centrum SSSL em Cabo Verde, em parceria com as Câmaras Municipais da Brava, de São Filipe e do Maio. Depois dos trabalhos realizados pelos artistas luxemburgueses Daniel Mac Lloyd e Raphael Gindt, a arte de Alain Welter vai contribuir para continuar a fortalecer os vínculos de amizade, paz e cultura entre Luxemburgo e Cabo Verde.

O Festival Sete Sóis Sete Luas este ano celebra a sua 29a edição, reunindo 30 cidades de 13 países sob a sua bandeira (Brasil, Cabo Verde, Croácia, Eslovénia, Espanha, França, Israel, Itália, Luxemburgo, Marrocos, Portugal, Tunísia e Turquia). Ele foca a sua programação nos âmbitos da música tradicional e da arte contemporânea. Os seus principais objetivos são: o diálogo intercultural, a mobilidade dos artistas da Rede – formada pelos países e cidades parceiros – e também a criação de formas originais de produções artísticas com a participação de artistas provenientes dos países desta Rede. No decorrer dos últimos 18 anos, os Presidentes Honorários do Festival foram os Nobel José Saramago e Dario Fo. Em 2012, tornou-se seu Presidente Honorário o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.

O Festival irá integrar em 2022 a programação de Esch2022 – Capital Europeia da Cultura e, neste contexto, alguns artistas do Luxemburgo serão embaixadores de Esch2022 nas cidades da Rede SSSL. Sob o tema « Remix Culture » e as suas 4 variações « Remix Art », « Remix Europe », « Remix Nature » e « Remix Yourself », a ONG Esch2022 tem em vista a criação de sinergias, assegurar um desenvolvimento duradouro e, acima de tudo, conduzir o público a uma participação ativa.

A propósito de Alain Welter

Depois de ter transformado Kahler, a sua cidade natal, numa imensa galeria a céu aberto através do projeto « Make Koler Kooler », Alain Welter “atacou” recentemente as cinco torres de arrefecimento da unidade siderúrgica Arcelor-Mittal em Differdange. Soa-vos familiar? Quem se vê parado no trânsito entre Differdange e Niedercorn seguramente terá reparado nesta magnífica obra de arte. O tamanho impressionante e as superfícies curvas das torres de arrefecimento fizeram desta empreitada um desafio de grandes exigências técnicas. O sentido de humor e um olhar crítico sobre a sociedade são os temas das obras de Alain.

O projeto « Make Koler Kooler » começou em 2017 e transformou toda a cidade num museu de arte urbana, um museu palpitante que não para de crescer. O seu objetivo é tornar a arte acessível de forma livre ao grande público, trazendo as cores da Street Art às periferias, às fachadas, aos armazéns, lojas e pontes.

Gallery:

Subscribe

* indicates required
/ ( mm / dd )

Please select all the ways you would like to hear from festivalsssl:

You can unsubscribe at any time by clicking the link in the footer of our emails. For information about our privacy practices, please visit our website.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.