A MÚSICA DO MUNDO EM ALFANDEGA DA FÉ

News

Arte de todo o mundo encontra-se em Alfandega da Fé graças ao projeto Europa Criativa

para o XXVII Festival Sete Sois Sete luas

O Festival Sete Sóis Sete Luas, promotor de artes e culturas do Mediterrâneo e do mundo lusófono, com o apoio do Municipio de Alfandega da Fé e do programa Europa Criativa, será mais uma vez apresentado em Alfandega da Fé para celebrar a sua XXVII edição.

Será apresentada uma vasta programação que começa a 6 de Setembro às 21h30 no Largo S. Sebastiao com o concerto de Orkestra Popular des 7Luas, a nova produção Sete Sóis Sete Luas, com a participação do grupo de cantares de Alfândega da Fé e de Sambade.

A Orkestra Popular des 7Luas, conta com a participação de 6 prestigiados artistas provenientes das mais diversas culturas musicais enraizadas nos Países da Rede Sete Sóis Sete Luas. Diferentes espíritos do Mediterrâneo e do mundo lusófono reúnem-se nesta orquestra: o percussionista do Brasil Roberto Mello (direção musical), a cantora Barbara Eramo de Itália, o guitarrista andaluz Javier Blanes, o músico portugués Ricardo Coelho (gaita-de-foles e flautas) e o cantor da Guiné-Bissau Manecas Costa (voz e baixo).

Um longo e fascinante percurso que visita a música popular portuguesa, os ritmos brasileiros e guineenses, as melodias andaluzes e os ritmos do sul da Itália.

No final desta vigésima sétima edição, 13 de Setembro, pelas 21h30, na Largo S. Sebastiao será apresentada a Brava 7Luas Band (Cabo Verde). O repertório do grupo defende a tradição musical da ilha das flores, conhecida pelas mornas e pela poesia de Eugénio Tavares, utilizando o crioulo, que confere aos temas uma emoção especial. Os 5 músicos, a cantora Rosa Borges, Carlos Lobo no cavaquinho, Zeca Barbosa na bateria, Zé Duarte na guitarra, Isaque Delgado no baixo, foram dirigidos musicalmente pelos mestres Efren Lopez (Valencia) e Sofia Neide (Portugal). O repertório da Brava 7Luas Band harmoniza músicas tradicionais, composições originais e novos arranjos inspirados na cultura da ilha da Brava.

Às 22h30 sempre na Largo S. Sebastiao o projeto “O que é Singular num Coletivo?” em parceria entre o Serviço Educativo do Museu do Douro com Escola de Música de Associação Musical de Alfândega da Fé.

Gallery:

Subscribe

* indicates required
/ ( mm / dd )

Please select all the ways you would like to hear from festivalsssl:

You can unsubscribe at any time by clicking the link in the footer of our emails. For information about our privacy practices, please visit our website.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.